Buscar

O líder e as armadilhas espirituais mais comuns

Atualizado: Set 30

"Combati o bom combate, completei a corrida, preservei na fé! Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor me concederá naquele dia; e não somente a mim, mas certamente a todos os que amarem a sua vinda." (2Tm 4.7-8).




A principal recompensa de um líder espiritual vem de duas formas:


A confirmação de Deus - Nenhum tesouro deste mundo é comparável ao prazer da confirmação de Deus ainda nesta vida e saber que uma recompensa eterna nos aguarda na vida além.


A Bíblia confirma a diversidade de chamados: Jó era homem de negócios; Daniel era oficial do governo; Isabel era justa; Maria, de pureza moral, foi mãe do Salvador; Jesus prometeu aos discípulos que, se honrassem a Deus, seriam recompensados nesta vida e no céu.

Exemplos antagônicos: 1) Hitler que no leito de morte exclamou: "Não há esperança"; 2) O líder espiritual D.L. Moody que antes de morrer declarou: "Um dia vocês lerão no jornal que Moody morreu. Não acreditem numa só palavra. Nesse dia, estarei mais vivo do que estou agora".


O dever cumprido - A satisfação de saber que cumprimos a vontade de Deus e os propósitos dele para nossa vida é imensurável. Pouco antes de morrer Jesus orou dizendo: "Eu te glorifiquei na terra, finalizando a obra que me entregaste para realizar (Jo 17.4) e antes do último suspiro, na cruz, bradou triunfante: "Está consumado!" (Jo 19.30).


"Então replicou Yahweh a Moisés: Toma Josué [...] homem capacitado pelo Espírito que nele está. Tu imporás tuas mãos sobre ele. [...] E transmita-lhe uma parte de tua autoridade, a fim de que toda a assembleia dos filhos de Israel lhe obedeça." (Nm 27.18-20)

Junto com o trabalho pesado e tensão da liderança existem recompensas. Saber disso é encorajador e renovador. As recompensas imediatas mais comuns são três:


Monetária - O líder geralmente recebe um salário maior que seus subordinados. Perigo: se essa for a única força que impulsiona suas aspirações, os fatores negativos ultrapassarão os positivos. Pressão e críticas recairão sobre o líder.


Poder - Tem mais privilégios e maior liberdade; recebe mais atenção e é elogiado pelos subordinados. Perigo: Manter a posição pode ser mais difícil do que obtê-la; muitos elogios buscam apenas privilégios pessoais; o poder dura enquanto ocupar a posição.


Prestígio - Líderes são tratados com respeito e reconhecidos socialmente. Perigo: ego inflado pode despertar o que há de pior numa pessoa. Olhos curiosos que o observam e avaliam lhe tirarão a privacidade.


Essas recompensas permitem que o líder virtuoso aproveite o fruto de seu trabalho e vivencie um profundo senso de cumprimento de dever, mas existem recompensas mais nobres que fazem o esforço do líder valer a pena.

10 visualizações