Blog

O LÍDER E AS ARMADILHAS: O QUE O DESQUALIFICA

21 de junho de 2017

“A soberba precede a ruína, o espírito arrogante vem antes da queda”. (Pv 16.18)

Por que alguns líderes caminham de vitória em vitória, ano após ano, enquanto outros que começaram como uma grande promessa, acabaram caindo no esquecimento? Vejamos 10 armadilhas:

Orgulho. Tem vários disfarces letais: levar o crédito pelo trabalho de outra pessoa; achar que sabe tudo; pensar que é autossuficiente; perder a compaixão. Deixa o líder muito vulnerável, pois o espírito incapaz de aprender é caminho certo para a derrota.

Pecado sexual. Tem o poder de destruir a carreira, a família e a reputação, tudo de uma vez.

Cinismo. As experiências com pessoas trazem decepções e isto tem o potencial de endurecer o coração do líder até tornar-se cínico. Os líderes mais velhos são mais suscetíveis a isso; mas os jovens que não ouvem conselhos, também.

Ganância. O fascínio dos bens materiais já incitou muitos líderes a tomar decisões imprudentes, gerando um tipo de ganância contrária à ética. Perde o olhar para a eternidade.

Preguiça mental. É necessário preparo para conseguir um trabalho, mais preparo para manter o trabalho e, ainda mais, para alcançar maiores patamares. A preguiça mental é um vilão na vida do líder.

Hipersensibilidade. Quem não sabe líder com críticas não pode ser líder. Os grandes líderes são alvo das críticas mais corrosivas.

Letargia espiritual. Negligenciar o tempo a sós com Deus, a disciplina da oração e da meditação na Palavra para enlevo pessoal.

Negligência doméstica. Negligenciar o papel da liderança espiritual em casa e da dedicação de tempo especial para a família e formação dos filhos como futuros líderes.

Negligência administrativa. Relaxar quanto às responsabilidades de gestão de pessoas e da organização faz com que até pequenos detalhes tragam grandes derrotas.

Tempo demais no cargo. Ficar cego para a realidade presente, vivendo apenas dos sucessos do passado. Há um ditado que diz: “É melhor deixá-los com saudade do que com ódio”.

 

O LÍDER ESPIRITUAL É SEMPRE ATENTO ÀS ARMADILHAS.

Motivos de oração:

  1. Para que o Espírito Santo atue eficazmente nos líderes para agirem preventivamente.
  2. Para que os líderes nas igrejas estejam atentos às armadilhas e fujam delas.
  3. Para que a igreja saiba identificar e tratar líderes que caem nas armadilhas.
  4. Para que os líderes das famílias não sejam negligentes com as armadilhas.
  5. Para que o Lidere SP produza consciência das armadilhas que derrubam um líder.
Comentários